Portal Voz Amazônica

RODA FRATERNAL

(A Thiago de Melo) Estatuto-me e poetizo... Na democracia que sangra, Singra o mau pretume, mas esverdeio, Molho-me no tingir do sol, Sigo o "canto", no escuro, sem receio E a claridade será breve, no arrebol. Meninos e meninas…

VIAS-LETRAS…

Meu caminho tem rios de Letras, Tem maresias de linguagens, Tem poéticas coloridas, Tem contos e borboletas, Tem certezas e dilemas, E nas pedagogias queridas, Vou assuntando poemas. Meu caminho tem sombra de sonetos, Tem…

BANZEIRAR-TE…

Ao olhar sob a luz do acolá, Entremeado de sentidos, Entranho a semana entresanta, Eu creio, eu acredito. Depois gravito meu senso de humor, Grafito teu rosto na pétala de orquídea, Na fissura da nuvem, do desejo...ou do…

TEMPO FERIDO…

Não há esperança sem fé, Nem alegria sem busca, Parece que estamos inertes, Não captamos esses instantes, Frias horas, dias tristes, E as vidas sendo ceifadas... Parece que o amanhã não existe, E pagamos caro, mui caro... Sentimos…

PAZ E AMOR…

Nesse domingo matinal, Há esperança na fronte, Então, mando flores para a vida, Sim, das brancas ou vermelhas, Do rio ou dos montes, As melhores de toda aquarela... Chegará a paz em revoada, A incerteza será arrebatada, Vão-se…

ALGO EM…

Algo em minha estrada, Seria mais que poesia, Seria mais que poiesis, Seria mais que alegria. Algo em meu caminho, É uma inspiração, É um fino mergulho, É uma depuração. Esse algo que me porfia, Estará coberto de linho? Estará…