Portal Voz Amazônica

Bolsonaro está desesperado e tenta desacreditar CPI, diz Omar Aziz ao rebater xingamento

Nesta sexta-feira (4), Omar disse que o presidente tem atacado os senadores de forma sistemática, chegando a chamá-los de ‘patifes’ no cercadinho do Palácio da Alvorada. Aziz afirmou que Bolsonaro está “desesperado” por não conseguir enfraquecer da CPI da Covid.

Manaus – Após ser chamado de “PhD em desvio de recursos” pelo presidente Jair Bolsonaro, em live semanal realizada na quinta-feira, 3, o senador Omar Aziz (PSD), que preside a CPI da Covid, afirmou que o mandatário está “desesperado tentando desacreditar a comissão e que quer ‘bate-boca’. “Se ele não fez nada, não há porquê se preocupar”, disse Aziz.

Bolsonaro rebatia as críticas à decisão do governo federal de autorizar a realização da Copa América no Brasil quando mencionou o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que chamou o evento de “campeonato da morte” em publicação no Twitter no dia 31 de março. O parlamentar alagoano lembrou que o país registrava 462 mil mortos pela Covid-19 (atualmente, são 469 mil).

“A CPI falou que era o torneio da morte. Renan Calheiros, o que mata a gente não é quem manda dinheiro para o estado. É quem desvia dinheiro do Estado. E, por falar em desvio, você tem um PhD do seu lado. Fala com o Omar Aziz. Ele é PhD em desvio de recursos, ele sabe o que é desvio de recursos lá no estado do Amazonas”, disse Bolsonaro.

Em referência à Operação Vertex, a quarta fase da Operação Maus Caminhos, que investiga a existência de fraudes em contratos da Secretaria de Saúde do Amazonas, Bolsonaro disse que “a Polícia Federal andou visitando” Omar e familiares dele. Na operação, deflagrada em julho de 2019, a mulher do senador, Nejmi Aziz (PSD), e três irmãos dele foram presos.

O parlamentar alagoano lembrou que o país registrava 462 mil mortos pela Covid-19 (atualmente, são 469 mil). | Imagem: Divulgação/PVA.

Nesta sexta-feira (4), Omar disse que o presidente tem atacado os senadores de forma sistemática, chegando a chamá-los de ‘patifes’ no cercadinho do Palácio da Alvorada. Aziz afirmou que Bolsonaro está “desesperado” por não conseguir enfraquecer da CPI da Covid e reforçou a sugestão de que o presidente deve se preocupar com a compra de vacinas.

“Ele tenta desacreditar a CPI, mas não adianta. Ele não consegue e está desesperado por causa disso. Ele conseguiu desacreditar o (Sérgio) Moro e todos que ele demitiu. Ele a milícia dele não conseguem desacreditar a CPI. (…) Ele quer bate-boca, mas nós estamos investigando. Se ele não fez nada de errado, não tem porquê se preocupar”, afirmou Aziz.

Omar Aziz

Nasceu em Garça (SP), foi vice-prefeito de Manaus entre 1997 e 2001. Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Amazonas, também foi vice-governador do Amazonas entre 2003 e 2010, quando se tornou governador, e foi reeleito em 2010. No PSD, conquistou uma cadeira no Senado pelo Amazonas em 2014.

Da Redação

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.